CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ORGÃOS




Contenções em Teresópolis é tema de palestra da Engenharia Civil

02-08-2018

No dia 31 de julho, estudantes do terceiro ano do curso de Engenharia Civil acompanharam as experiências de Luiz Claudio Moraes, diretor técnico da Três Moraes Construções, empresa familiar de construção civil responsável por diversas obras em Teresópolis e com mais de 20 anos de mercado. O tema escolhido pelo palestrante foi “Contenções em Teresópolis”. 

“Estamos em um município com muitos terrenos em aclive e declive, que demandam muita obra de contenção”, justificou. Segundo Moraes, este é um tipo de obra que tem que ser ligeira, por ser necessária, em muitos casos, na prevenção de acidentes.

O engenheiro, que acaba de assumir a inspetoria do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ) em Teresópolis, aproveitou para dividir experiências com os estudantes e deu seu parecer sobre o mercado de trabalho. “Para o bom profissional da Engenharia Civil não falta serviço porque ele exerce um trabalho que é a mola propulsora do país. Sem obra o país não anda e posso afirmar que a construção civil é o termômetro da economia”, notou Claudio.

“Costumo dizer que a engenharia civil é o último setor que para e o primeiro que acelera. Isso porque quando a economia tem uma queda, os empreendimentos que estão construindo têm que terminar, então a construção civil desacelera, mas não para. No entanto, quando o produto interno bruto (PIB) dá um sinal de vida, quem tem que acelerar é a Engenharia Civil, pois tem que se fomentar infraestrutura para o crescimento”, completou o professor Heleno da Costa Miranda, coordenador do curso de Engenharia Civil do UNIFESO.