CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Docente dos cursos de Administração e de Ciências Contábeis palestra em Portugal

03-10-2019

Rita Mello, professora dos cursos de Administração e de Ciências Contábeis do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), esteve em Lisboa para palestrar sobre Liderança e Gestão de Equipes, na unidade Quinta do Espírito Santo da Comunidade Vida e Paz, uma instituição particular de solidariedade social, sem fins lucrativos, que acolhe moradores de rua.

Na ocasião, Rita ainda teve a oportunidade de conhecer a Universidade de Évora e a Universidade do Porto. “O convite para palestrar veio de um integrante da Comunidade Vida e Paz. Ele falou sobre a necessidade de ter alguém da área de gestão que ajudasse a equipe, formada por psicólogos e assistentes sociais. Eles estão em busca de excelência na gestão para conquistar um selo que dará oportunidade e visibilidade de captar mais recursos para a instituição”, explicou a professora.

A Comunidade Vida e Paz realiza um projeto de reabilitação, reinserção e dignificação humana e social. A amplitude que assumiu este projeto e a rapidez com que tem se desenvolvido só foram possíveis graças ao trabalho e à dedicação de milhares de pessoas. A unidade da Quinta do Espírito Santo foi criada em 1993, tem capacidade para acolher 67 residentes e oferece diversas oficinas: olaria, artes decorativas, carpintaria e agricultura.

“Fui muito bem recebida, passei o dia conhecendo o local, fui convidada para almoçar com a equipe, conheci o trabalho desenvolvido e ainda ganhei presente do Diretor da Unidade: uma linda peça confeccionada na oficina de cerâmica feita por um dos internos”, contou a professora Rita.

Sobre as diferenças no modo de gerir dos brasileiros e dos europeus, ela garante que como nossa cultura não existe igual. “A criatividade do brasileiro dá um tom diferente quando falamos em times e elenco nas organizações. Além da técnica, desenvolvemos um comprometimento. Mas todos podemos desenvolver pessoas, e quando sentimos essa conexão, as habilidades fluem. Em Portugal encontrei pessoas que desenvolvem um trabalho muito significativo. A Comunidade Vida e Paz é reconhecida em toda a região. Agradeço a oportunidade e levarei essa experiência sempre no meu coração”, disse a professora.

Por Juliana Lila