CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Unifeso confere prêmio de incentivo à produção acadêmica a pesquisadores

28-08-2019

O IV Congresso Acadêmico-Científico do Unifeso (IV Confeso) iniciou a sua programação prestando homenagem e reconhecimento aos pesquisadores que se destacaram com divulgação qualificada de produção acadêmica no ano de 2018. O Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), no dia 27 de agosto, concedeu aos professores Anielle de Pina Costa, Adenilson de Souza Fonseca e Renato Santos de Almeida, em primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente, o Prêmio Unifeso de Incentivo à Produção Acadêmica 2019. 



Anielle Pina, professora do curso de Medicina, elogiou a iniciativa, “porque incentiva os professores a estarem envolvidos na ciência, e um professor mais engajado na ciência acaba contribuindo para um melhor desenvolvimento dos alunos”. 

“Devido à crise financeira em que o país passa, estamos em um momento de redução de incentivos das agências oficiais de incentivo. No entanto, é gratificante ver uma instituição privada manter um programa como este, como reconhecimento do trabalho que seus pesquisadores vêm fazendo”, notou o professor Adenilson de Souza Fonseca, também do curso de Medicina. 

Já o professor Renato Santos de Almeida, coordenador da pós-graduação em Terapia Manual e Biomecânica Clínica e docente dos cursos de Fisioterapia e Medicina, destaca que “o incentivo não é só com o prêmio em si, mas o apoio em todos os processos envolvidos ao longo da pesquisa, através de programas como o Plano de Iniciação Científica e Pesquisa (PICPq) e Plano de Incentivo à Extensão (PIEx), por exemplo. “Só temos a agradecer e retribuir por esse ganho, que é para toda a instituição”, declarou o premiado. 

Prestigiaram a cerimônia de premiação professores, funcionários técnico-administrativos e estudantes da Instituição. A mesa solene foi composta por pró-reitores e diretoras do Unifeso. “Muitas vezes, achamos que a pesquisa está longe do cotidiano da graduação, que está em mestrados e doutorados. Aqui no Unifeso não pensamos assim, a pesquisa é o que acontece no dia a dia da classe, na vida do professor que vai além da sala de aula, porque professores junto com seus alunos procuram novas respostas para os grandes desafios. Esse é um dos momentos mais felizes para todos nós, quando podemos reconhecer o compromisso dos nossos profissionais com a produção científica”, proferiu a professora Kátia Cristina Montenegro Passos, pró-reitora Acadêmica, ao abrir a cerimônia. 

A professora Elaine Maria de Andrade Senra, diretora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, frisou que o Unifeso tem como princípio a questão da pesquisa. “É uma cultura da nossa Instituição incentivar as pessoas a ousar, inovar e buscar o conhecimento”, disse. 

“Precisamos, a cada momento, criar diferenciais em nosso processo de formação, e isso é indissociável de uma boa qualidade de ensino, de uma boa aplicação do conhecimento da atividade de extensão e do desenvolvimento da capacidade de pesquisa”, concluiu o professor José Feres Abido de Miranda, pró-reitor de Desenvolvimento Institucional.   



O Prêmio 

A premiação é conferida a docentes do Unifeso, a discentes dos cursos de graduação e de pós-graduação, a residentes dos Programas de Residência Médica e a funcionários técnico-administrativos que publicaram, no período de janeiro a dezembro de 2018, artigo em periódico, classificado no Sistema Qualis como Internacional ou Nacional, em uma das áreas do conhecimento reconhecidas. O prêmio se constitui em Menção Honrosa e em um valor financeiro simbólico. Cada autor pode inscrever um trabalho e, no caso de publicação com vários autores, recebe o prêmio o responsável pela inscrição. 

Os trabalhos são avaliados por uma comissão técnica. Saiba mais no edital



Por Giovana Campos