CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




“Fique em Casa”, juntos vamos superar as dificuldades

26-03-2020

A professora Verônica Santos Albuquerque, Reitora do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), anunciou nesta quarta-feira, dia 25 de março, uma série de medidas e decisões sensíveis à situação de Calamidade Pública causada pelo COVID-19. Em meio à pandemia e postura de isolamento social, a Fundação Educacional Serra dos Órgãos (Feso), mantenedora do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), do Hospital das Clínicas de Teresópolis Costantino Ottaviano (HCTCO), do Centro Cultural Feso Pro Arte e do Centro Educacional Serra dos Órgãos (Ceso), não tem medido esforços para se adequar ao cenário instável em que o país - e o mundo -  está vivendo, se inovando intensamente e buscando as melhores saídas para manter sua excelência no ensino e continuar atendendo às demandas sociais de Teresópolis e região: cenários nas áreas de educação, saúde, cultura, inovação e ciência e tecnologia.

Uma tarefa que não é fácil para uma instituição deste porte, que se sensibiliza com a situação de estudantes, professores, funcionários técnico-administrativos e sociedade, todos ao mesmo tempo. Por isso, separamos em tópicos algumas destas medidas, que podem vir a trazer mudanças na rotina e no planejamento daqueles que integram e colaboram com a comunidade acadêmica do Unifeso.



Substituição das aulas presenciais por Ensino a Distância por 30 dias

A partir desta terça-feira, 31 de março, os cursos de graduação do Unifeso terão os conteúdos teóricos-cognitivos das disciplinas e componentes curriculares presenciais substituídos por aulas e atividades on-line, como autorizado pelo Ministério da Educação, em caráter excepcional, a substituição da forma presencial pelo ensino a distancia, utilizando as tecnologias de informação e comunicação. Essa medida vale, a princípio, por 30 dias, e poderá ser prorrogada ao final desse período, se necessário. 

Além das disciplinas institucionais que já são ofertadas, os estudantes deverão utilizar o Ambiente Virtual Acadêmico (AVA) do Unifeso para assistir as aulas e realizar as disciplinas específicas dos seus cursos. Algumas outras plataformas também poderão ser utilizadas para as atividades acadêmicas. Cada estudante receberá, antes do dia 31, as instruções do coordenador de seu curso. 

Quem tiver dificuldades de acesso e navegação no AVA, pode contar com um equipe de atendimento. Confira aqui

“A próxima semana será um momento de transição, e exigirá de todos nós um aprendizado mútuo e uma forma diferente de nos comunicarmos”, ressalta a Reitora.  



Atividades em Laboratórios, estágios e internato

As atividades práticas, como as realizadas em laboratórios e os estágios, não serão substituídas por aulas on-line, mas acontecerão presencialmente tão logo findar o período de isolamento social, garantindo o cumprimento do calendário acadêmico. Os estudantes dos quatro últimos períodos do curso de Medicina e do último ano do curso de Enfermagem também receberão orientações específicas das coordenações sobre o funcionamento do internato durante este período.



Funcionamento dos setores da Instituição

Os serviços acadêmicos de apoio ao estudante, como a Secretaria Geral de Ensino e a Biblioteca seguem em funcionamento, com canais de atendimento ao acadêmico. Saiba mais aqui sobre o funcionamento dos setores



Desconto nas mensalidades das Graduações e do Ceso

Por conta da situação de Calamidade Pública, a Feso decidiu que as mensalidades de abril, maio e junho de 2020 terão um desconto de 25% para os pagamentos realizados até o dia 20 de cada mês. A medida vale para estudantes dos cursos de Graduação do Unifeso e do Ceso. O percentual de 25% vai incidir sobre o valor atual da mensalidade dos estudantes.



Responsabilidade com a saúde pública e com a economia

Em seu pronunciamento, a Reitora comunicou que a Feso segue, integralmente, com seu corpo de funcionários, e que não há nenhuma previsão de demissão. Nas últimas semanas, além da suspensão das aulas presenciais, as antecipação de férias de alguns funcionários e a adaptação para trabalho em home office têm como valor fundante a responsabilidade sanitária da Instituição. “É preciso que as pessoas fiquem em casa nesse momento para evitarmos o adoecimento e morte daqueles que estão nos grupos mais vulneráveis, e ainda diminuir a pressão sobres serviços hospitalares. Esta é uma atitude em defesa da vida”, afirma a professora Verônica. A manutenção do dos empregos também faz parte da responsabilidade da Instituição, que conta com, aproximadamente, 1.900 funcionários, sendo a segunda maior empregadora da cidade. “Esta é uma atitude em defesa do trabalho e da renda das pessoas”, coloca a Reitora.

Para ela, a retomada do calendário acadêmico e a intensificação do canal para a escuta das necessidades dos alunos, assim como os esforços divididos entre os estudantes e o Unifeso para que ninguém precise parar de estudar, faz parte da responsabilidade da Feso com o desenvolvimento social de Teresópolis e região. “Não podemos ficar imobilizados neste momento, e vamos superar juntos as dificuldades”, frisa. 



Força, HCTCO!

Além dos problemas comuns a todas instituições de ensino neste momento, a Feso enfrenta ainda um grande desafio com o seu hospital de ensino, o HCTCO, que é a maior unidade hospitalar de atendimento ao SUS na cidade. A Direção Geral da Feso e a direção do HCTCO vêm trabalhando, incessantemente, junto à Prefeitura de Teresópolis, na preparação do hospital para os atendimentos e as internações neste período de pandemia. “Aos profissionais do HCTCO, nosso imenso reconhecimento e admiração, e o compromisso de apoiá-los em tudo o que precisar nesta jornada”, disse a Reitora. 



Por Giovana Campos

Outras Notícias





Atendimento On-line