CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Equipe do Núcleo de Apoio Psicopedagógico e Acessibilidade, o NAPPA, dá detalhes sobre o setor e dicas de como administrar a ansiedade

27-09-2019

Foi em 1989, para atender os estudantes de Medicina em todas as questões acadêmicas, que surgiu o Núcleo de Apoio Psicopedagógico, na época chamado de NAPP. Com o passar dos anos o Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso) foi crescendo, e com o surgimento de mais cursos de graduação, esse atendimento foi ampliado para todos os estudantes. Em 2015, a sigla ganhou mais um “A”, passando a ser o Núcleo de Apoio Psicopedagógico e Acessibilidade (NAPPA), onde se pratica a inserção, o acompanhamento, a acessibilidade de estudantes e, inclusive, o esclarecimento de informações. É bom lembrar que o núcleo também recebe docentes e funcionários técnico-administrativos para suporte e apoio, sejam eles voltados para as questões educacionais ou psicológicas.



Quando o estudante pode procurar o NAPPA? A resposta é SEMPRE!

 A equipe multiprofissional do setor, composta por três psicólogas, uma fonoaudióloga, três pedagogas, além de duas profissionais para dar suporte administrativo, destaca que o NAPPA é setor de acolhimento, informação, orientação e suporte para os estudantes da instituição. “Aqui recebemos diversas demandas, de todos os cursos de graduação, sejam relacionadas às dificuldades de aprendizagem, dificuldade de relacionamento social, adaptação à rotina do ensino superior e acessibilidade. Também auxiliamos no enfrentamento de situações que requerem a atenção do psicólogo, fonoaudiólogo ou pedagogo”, conta Gicele Faissal, pedagoga responsável pelo NAPPA.

De acordo com ela, o objetivo deste atendimento é proporcionar ao estudante conhecer suas características e potencialidades, buscando seu desenvolvimento pessoal e acadêmico. “É comum surgir questões ao longo da trajetória acadêmica relacionadas ao emocional, à família, à graduação e outras, que podem interferir no seu desempenho. Nós estamos aqui, para dar este suporte, com profissionais capacitados e disponíveis ao acolhimento”, garante Maria Lúcia Smolka, psicóloga do setor.



Como administrar a ansiedade?

Esta é uma demanda muito comum, garantem as especialistas do setor, que estão preparadas e disponíveis para acolher e dar suporte aos estudantes.

 “A ansiedade é um mecanismo biológico importante para nos deixar alerta em situações adversas ou desconhecidas.  Vejamos, você está andando distraído para atravessar a rua e ouve uma buzina, logo acontece uma descarga de adrenalina que estimula o organismo através do sistema nervoso simpático aguçando os sentidos e você rapidamente consegue sair correndo sem que o carro te atropele. O mesmo acontece quando um animal está sendo caçado, esse mecanismo de luta e fuga permite que ele consiga correr mais depressa e fuja do seu predador”, explica a fonoaudióloga Taise Argolo.

A ideia de que a função da ansiedade é de proteger o organismo e não o prejudicar, também é reforçada pela psicóloga Luciana Domard. “A ansiedade te prepara para a ação, faz parte do nosso sistema de defesa e está projetada em quase todos os animais vertebrados. Foi ela que nos trouxe aqui através da evolução, todos nós somos em menor ou maior grau ansiosos”, pondera a psicóloga do NAPPA.

Entretanto, a psicóloga Aryane Hodgson reconhece que “ansiedade em excesso pode ser entendida como patológica, mas se pensarmos que esse nervosismo é normal e que não conseguimos eliminá-lo, precisamos, então, aprender a mobilizá-lo a nosso favor”.

Contudo, o importante é buscar o atendimento e, para isso, fica aberto o convite a todos que integram a comunidade acadêmica do Unifeso, para conversar com as profissionais do NAPPA, que estão sempre dispostas a escutar e, quem sabe, ajudar!



Saiba mais aqui.

 

Outras Notícias





Atendimento On-line