Cidadania, Diversidade e Sustentabilidade: ingressantes realizam 1º avaliação presencial de 2017 no UNIFESO  
publicado em: 05/05/17

Nos dias 28 e 29 de abril aconteceu a primeira avaliação de 2017 do Componente Curricular Cidadania, Diversidade e Sustentabilidade (CDS) no Campus Antonio Paulo Capanema de Souza, no Alto, do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO). Na ocasião, os participantes, divididos em grupos, discutiram temas dentro deste contexto sob a mediação pedagógica de professores e criaram um anteprojeto de intervenção. 

O CDS é semipresencial, ofertado obrigatoriamente no primeiro ano de todos os cursos de graduação da Instituição e tem entre seus os objetivos promover a articulação dos saberes específicos de cada área com a formação para cidadania através da abordagem de temas que envolvam conhecimentos, vivências e reflexões sobre os direitos humanos, a educação ambiental e as relações étnico-raciais. 

Para tanto, um grupo composto por representantes de todos os cursos de graduação, dirigentes e colaboradores do UNIFESO formam uma comissão responsável por alinhar e consolidar as etapas deste componente curricular “tão importante na formação dos estudantes, no sentido de compreender, antes mesmo da formação profissional, a humana, com atitudes cidadãs. As questões do preconceito e discriminação, em suas variadas formas que ocorrem no dia-a-dia, precisam ter um espaço de discussão e que este qualifique o debate, e não reitere o preconceito”, defendeu a professora Edenise Antas, Diretora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão (DPPE). 

De acordo com a professora Eliane Paim, especialista em Educação à Distância, o componente foi incluído para todos os novos graduandos desde 2016, com uma carga horária total de 80 horas, sendo dividida em dois blocos temáticos: ‘Direitos Humanos e Educação Ambiental’ e ‘Relações Étnico-Raciais e Educação Ambiental’. O conteúdo com material didático entre outros suportes como Quiz acontecem através da plataforma do EAD, formando-se grupos com integrantes de diversos cursos que criam projetos e se encontram em seminários presenciais. 

“Para atender as diversidades e as especificidades dos cursos optamos por ofertar o conteúdo na modalidade online. O Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) é a sala de aula dos estudantes onde eles encontram o conteúdo, desenvolvem as atividades, interagem entre eles e professores. Também acontecem encontros presenciais com fins avaliativos”, contou a professora Eliane. 

Para a estudante Júnia Augusta Vianna, caloura de Ciências Biológicas, o conteúdo exigido “foi uma novidade para os estudantes, todavia muito interessante pois amplia nosso conhecimento e nos auxilia com questões do dia-a-dia”.