CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




“Feira de Ciências prosseguiu com a sua essência, mesmo que virtualmente”. Pais e estudantes do Ceso aprovam evento realizado on-line

11-11-2020

Com esta nova forma de estudar e se relacionar, proporcionada a partir de um momento delicado devido à pandemia causada pelo coronavírus, as apresentações da Feira de Ciências virtual do Centro Educacional Serra dos Órgãos (Ceso) proporcionaram mais uma lição, que foi além dos experimentos científicos. A experiência também fez os participantes, como o pai de aluno Rafael de Sequeira Mangia, chegarem à conclusão de que o calor humano nunca será substituído, mas com dedicação, trabalho e organização, as experiências - e a vida de forma geral - podem seguir o seu curso, com algumas adaptações, é claro! “Parabéns aos alunos pelo lindo trabalho em meio a tanta adversidade, e parabéns aos professores e todos aqueles do colégio que estavam envolvidos, por fazerem isso possível”, elogiou Rafael, pai do Miguel Sineiro, do terceiro ano do Fundamental. 

Ele observou que o colégio manteve viva a experiência de participar de uma feira de ciências, mesmo com cada um em sua casa.  “Foi incrível. Toda dedicação, organização e colaboração fez com que não se perdesse conteúdo. O propósito estava lá, intacto. E imagino que para todos os envolvidos o sentimento de dever cumprido deva ter sido ainda maior. Através dos vídeos de cada experiência, ficou nítido que a plataforma não foi um limitador, pelo contrário, ela amplificou o fator de motivação. Estava claro que todos estavam ainda mais dedicados a entregar o melhor e mostrar que era possível”.

Tal pai, tal filho… ambos concordaram do mesmo ponto de vista. Para o filho Miguel, apesar de a feira tendo sido feita em casa, ele assimilou o mesmo aprendizado, como se tivesse sido realizada na escola. “E mesmo sendo on-line a escola conseguiu fazer uma feira de ciências muito interessante, e o mais legal é que todos os alunos, de cada grupo, apresentaram do seu jeito, cada grupo tinha uma experiência, e cada aluno tinha um papel para o seu grupo. No final, todos os trabalhos que pude assistir ficaram ótimos e aprendi muito com cada um deles”, observou estudante, que fez uma experiência sobre cobertura do solo. “Aprendi que quanto maior é a cobertura solo, menor é o risco de erosão”, disse, orgulhoso, Miguel. 

Com o tema “Ciência em Casa”, o Ceso realizou a Feira de Ciências virtual, de 26 a 31 de outubro. Foram expostos, virtualmente, projetos de estudantes da Educação Infantil ao Ensino Médio, engajando pessoas que valorizam a pesquisa, a busca por respostas e fomentando a criatividade de estudantes e de seus responsáveis que, mais do que nunca, tiveram a oportunidade de contribuir para a construção das experiências com as crianças e os adolescentes. 

“Surpreendente! A equipe Ceso se reinventou neste ano, mantendo fortalecido o vínculo com seus alunos com manifestações de amor, cuidado, muita competência e compromisso. A Feira de Ciências prosseguiu com a sua essência, mesmo que virtualmente”, avaliou Dyana Guimarães, mãe do estudante Christian Carvalho Campos, do 5º ano do Fundamental. Já o filho qualificou a Feira deste ano como “maneira”,  “estupenda” e “diferente”. O estudante explanou sua paixão pelo evento: “Feira de ciências... quem não gosta, não é?” e contou que viu coisas que parecem até montagem, garantindo que “todos deram o seu melhor, com sua força de vontade”.  



por Giovana Campos

Outras Notícias





Atendimento On-line