CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Egressa da Residência Médica compartilha a medicina brasileira na Irlanda, atuando no combate ao coronavírus em hospital em Dublin

13-11-2020

A rotina de um médico já não é nada fácil, vamos combinar? Correria, muita responsabilidade, estar em constante atualização, superação, empatia etc.. Em meio a tantas emoções, a Dra. Bianca Bandarra acrescentou ainda mais um desafio nesta profissão: se adaptar a uma nova cultura e aprender a Medicina de outro país, a Irlanda.

Especialista em Cirurgia Geral pelo programa de Residência Médica do Hospital das Clínicas de Teresópolis Costantino Ottaviano (HCTCO/Unifeso), ela se mudou para Irlanda e atua no front de combate ao coronavírus de um hospital, em Dublin. “Eu me mudei porque o meu marido é irlandês. Revalidei meu diploma da graduação, em 2019, e agora trabalho na área de emergência. Infelizmente, o programa de residência deles não costuma reconhecer programas de residência de outros países. Meu maior desafio é a língua inglesa, o segundo é reaprender Medicina da maneira como é feita aqui”, conta a médica, que iniciou uma nova residência no país, neste ano, para retornar aos procedimentos cirúrgicos.

“Sempre que vejo algum paciente grave ou cirúrgico, logo lembro dos ensinamentos dos meus staffs e vejo que aprendi muito no HCTCO, e que não estamos abaixo dos hospitais estrangeiros”, aponta a Dra. Bianca.

Natural de Petrópolis, a jovem se formou em Medicina na cidade onde nasceu. Por indicação do irmão, que se formou no Unifeso, decidiu vir para Teresópolis se especializar em Cirurgia Geral. “Ele sempre me falou muito bem do serviço”, conta. 

Para Bianca, a especialidade é uma das mais importantes na Medicina e por ser resolutiva, além de envolver muita adrenalina. “Após terminar minha formação no Unifeso, eu me senti muito segura para trabalhar na área da Cirurgia Geral e sempre contei com o apoio dos professores e staffs do programa. O diferencial do Unifeso é que você não vai ser mais um, você vai para sempre fazer parte de uma equipe. Acredite, onde você estiver, você pode contar com eles!”, garante a médica. 

Muito além do diploma e dos contatos que Bianca fez durante a sua especialização, ela carrega grandes aprendizados que não se encontram em livros. “No Unifeso, eu aprendi o que é ter responsabilidade com os pacientes, o que é assumir e corrigir seus erros. Aprendi a me relacionar com meus colegas de maneira profissional e respeitosa. Aprendi que sempre temos algo a aprender e a ensinar. Aprendi que não se faz nada sozinho e que conhecimento se ganha com experiência e não só com estudo, por isso, sejamos humildes”, conclui a cirurgiã. 



Inscrições abertas para R1

Os médicos que almejam ter uma especialização de excelência, já podem se inscrever no Processo Seletivo 2021 dos Programas de Residência Médica do Unifeso/HCTCO, para preenchimento de vagas para residentes do primeiro ano (R1). As inscrições vão até as 23h30 de 20 de novembro e são on-line. O valor da taxa é de R$ 350,00, pagos por boleto bancário ou cartão de crédito. São 22 vagas para médicos residentes, distribuídas em nove programas de residência médica, nos termos da legislação, das resoluções da Comissão Nacional da Residência Médica (CNRM) do Ministério da Educação.



Mais informações estão disponíveis no edital.

 

Outras Notícias





Atendimento On-line