Unifeso - Estudantes de Medicina contam com apoio do Programa Unifeso sem Fronteira para experiência internacional

CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Estudantes de Medicina contam com apoio do Programa Unifeso sem Fronteira para experiência internacional

20-10-2021

Conseguir agregar uma experiência internacional na formação é um grande diferencial acadêmico e uma oportunidade cultural enriquecedora. Os estudantes de graduação e de pós-graduação do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso) que quiserem complementar a formação com uma vivência em alguma instituição de ensino superior estrangeira dispõem do Programa de Bolsas Internacional Unifeso sem Fronteira.

O programa iniciou neste ano e ofertou cinco bolsas, cada uma no valor de R$ 2 mil, para o segundo semestre de 2021. O valor da bolsa-auxílio é destinado exclusivamente para gastos com alimentação, estadia, transporte e passagem. Três estudantes do nono ano do curso de Medicina foram contemplados com o benefício e fizeram um módulo eletivo do Internato Médico em Lisboa, Portugal.

“A bolsa foi um apoio essencial”, disse a estudante Paula Teixeira Amiti, que fez o módulo em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital Maternidade Alfredo da Costa. Foi a primeira vez que ela esteve em Portugal e queria entender como é a atuação na área fora do Brasil. “Lá o aborto é legalizado, então pude acompanhar alguns procedimentos”, contou. 

Já o estudante Rogério Nunes Barreto fez estágio no Hospital Curry Cabral na especialidade de Endocrinologia. “Minha experiência foi mais ambulatorial. Percebi que lá as consultas são mais diretas, mais rápidas, e aproveitei para conhecer as patologias que são mais evidentes lá do que aqui”, destacou.

Ele disse que além da experiência acadêmica, o intercâmbio visou também o lado sociocultural. “Em Portugal, tivemos vários programas e atividades sociais, afinal, Lisboa é uma cidade muito turística. O intercâmbio contou com mais de 20 estudantes de todas as partes do mundo, então foi um choque cultural e uma experiência de vida muito bons”, afirmou Rogério.

A estudante Maria Carolina Oliveira Ribeiro Gomes concorda. Ela fez o estágio no Hospital de Santo António dos Capuchos, na área de clínica Médica. “É uma experiência que vale muito a pena. A bolsa de estudos foi uma surpresa muito boa”, conta.

O intercâmbio dos alunos foi feito por intermédio da Coordenação Local de Estágios e Vivências (Clev), que dá suporte e a correta orientação para os intercambistas. A Clev foi fundada em 2014 pelo Diretório Acadêmico Hamilton Almeida de Souza (Dahas) com a assinatura da coordenação do curso de Medicina e devidamente cadastrada na Coordenação de Estágios e Vivências (CEV).

O programa Unifeso sem Fronteira visa possibilitar aos estudantes a oportunidade de mobilidade internacional em instituições de ensino superior estrangeiras; permite a atualização de conhecimentos em grades curriculares diferenciadas, visando complementar a formação técnico-científica; e dá a oportunidade de vivenciar experiências educacionais voltadas para a qualidade, o empreendedorismo, a competitividade e a inovação. 

Por Juliana Lila

Outras Notícias





Atendimento On-line