CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Protocolos do HCTCO e processos de trabalho com a Covid-19 se tornam referência para outras unidades de saúde 

30-07-2020

O trabalho realizado pelas equipes do Hospital das Clínicas de Teresópolis Costantino Ottaviano (HCTCO) no combate à Covid-19 vem se destacando pelo empenho, dedicação e bons resultados. A unidade tem recebido visitas de equipes de saúde de outras cidades, que vêm para observar os processos de trabalho e conhecer os protocolos da unidade nos cuidados com o novo Coronavírus.

No início deste mês, representantes da Secretaria de Saúde de Patos de Minas (MG) percorreram o HCTCO, quando puderam observar e trocar experiências. Nesta semana, dia 28 de julho, o hospital recebeu a visita de um grupo do município de Cordeiro para conhecer o atendimento aos pacientes do Covid-19 no CTI. “Tivemos o prazer em conhecer as instalações após um convite que nos foi feito pelo coordenador do CTI, Dr. Robson. Gostaríamos de agradecer a excelente recepção que nos foi dada, por todo carinho e atenção por parte de sua equipe dos CTIs e demais departamentos. Vale ressaltar o empenho de toda equipe de médicos, fisioterapeutas, enfermeiros e afins para garantir a recuperação de seus pacientes acometidos pela Covid-19, onde todos atuam brilhantemente”, disse a enfermeira Dayanne Monnerat, do CTI Covid do Hospital João Paulo II, de Cordeiro. Ela visitou o HCTCO acompanhada de seus colegas, a fisioterapeuta Vanessa Moura e do Dr. Leonardo Clen. 

Para a enfermeira Luana Gulinely, do HCTCO, dividir conhecimento e contribuir com outras unidades de saúde, além de toda a gratidão em ver os pacientes saindo bem, fazem com que os profissionais se sintam diferenciados. “Desde o início da pandemia, quando começou o primeiro caso no Região Serrana, já vislumbrávamos o cenário que viria e tudo mais que poderia acontecer e, com isso, de uma forma multiprofissional, começamos a nos preparar e nos unir na busca de conhecimento. Foi feita uma força tarefa para criar os protocolos que hoje servem de base para gente”, conta a enfermeira. Todas estas medidas foram, de fato, muito efetivas e decisivas para a obtenção de resultados positivos no trabalho pelo qual se destacam hoje. Luana denomina esse trabalho de ‘orquestra’ e atribui a esta ‘sintonia e conexão multidisciplinar’ o sucesso que tem obtido no cuidado com os pacientes. “Isso é muito gratificante. Servir de exemplo para outros lugares nos faz sentir, realmente, apropriados daquilo que nos propomos a fazer”, avalia Luana. 



Por Giovana Campos

Outras Notícias





Atendimento On-line