CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Professor do Unifeso apresentará trabalho sobre cuidados paliativos em congresso mundial de pesquisa

11-09-2020

O professor Márcio Niemeyer-Guimarães, do curso de Medicina do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), teve um trabalho de pesquisa aprovado para ser apresentado no 11º Congresso Mundial de Pesquisa EAPC 2020, da Associação Europeia de Cuidados Paliativos (EAPC). O estudo intitulado “Integrando Cuidados Paliativos em Cuidados Intensivos: Resultados de um estudo de métodos mistos com profissionais de saúde” foi realizado no âmbito do mestrado em Cuidados Paliativos, que o professor está concluindo pelo Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa (UCP) de Lisboa, Portugal. Os orientadores são os professores Sandra Martins Pereira e Pablo Hernández-Marrero, da UCP do Porto.

O trabalho será apresentado na forma de pôster, no congresso que acontecerá on-line entre os dias 7 e 9 de outubro. A programação do evento seria realizada em Palermo (Itália), em maio 2020, mas foi remarcada devido à pandemia.

“A importância deste trabalho está no fato de haver uma demanda não atendida por cuidados paliativos dentro do paradigma biotecnocientífico que vivemos desde a metade do século XX, que foca a doença e busca a cura, deixando o cuidado centrado na pessoa, nas suas dimensões social, psicológica e espiritual, além do aspecto físico”, defende o autor. Ele explica que, no contexto das últimas décadas de aumento significativo das doenças crônicas, em especial, pela transição demográfica com alta expectativa de vida, “o cuidado deve ser ampliado para uma assistência integrada: uma oportunidade para os cuidados paliativos para as condições de doenças incuráveis e ameaçadoras da vida”.

Segundo Márcio, os cuidados intensivos constituem uma assistência altamente tecnológica. “Mesmo nas condições de doenças muito avançadas, ainda se mantém o foco nas doenças, falhando na integração do cuidado, especificamente no aspecto organizacional (meso - institucional, e macro - nível das ações de saúde pública) ”, observa o professor.



Por Giovana Campos

Outras Notícias





Atendimento On-line