CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Residência Médica do Unifeso/HCTCO tem nove especialidades com processo seletivo aberto

13-10-2020

Cursar medicina é uma iniciativa de muita dedicação e entrega aos estudos. Após essa etapa, o aluno pode se formar em medicina, como clínico geral, e obter seu registro de médico com o Conselho Regional de Medicina (CRM). Porém, os que desejam se especializar precisam de uma pós-graduação, conhecida como Residência Médica. 

Os médicos que almejam ter uma especialização de excelência, já podem se inscrever no Processo Seletivo 2021 dos Programas de Residência Médica do Unifeso/HCTCO, para preenchimento de vagas para residentes do primeiro ano (R1). As inscrições vão até as 23h30 de 20 de novembro e são on-line. O valor da taxa é de R$ 350,00, pago por boleto bancário ou cartão de crédito. Mais informações estão disponíveis no edital

São 22 vagas para médicos residentes, distribuídas em nove programas de residência médica, nos termos da legislação, das resoluções da Comissão Nacional da Residência Médica (CNRM) do Ministério da Educação. São eles: 

Anestesiologia - abrange desde a avaliação pré-anestésica, a níveis hospitalar e ambulatorial, até a realização do procedimento anestésico nas diferentes especialidades cirúrgicas, incluindo cuidados pós-operatórios e tratamento da dor. Além disso, a formação oferece treinamento intenso e aprofundado, teórico e prático, com imersão nos diferentes cenários da Anestesiologia, conduzidas em cirurgias, eletivas e de emergência em plantões realizados em cenários práticos no HCTCO e, eventualmente, em instituições conveniadas.

Cirurgia Geral - abrange desde o diagnóstico de patologias clínicas e cirúrgicas até o tratamento de patologias graves do aparelho digestivo e traumas. Além disso, a formação oferece treinamento intenso e aprofundado, a nível ambulatorial e hospitalar, conduzido em cirurgias e plantões realizados em cenários reais de prática no HCTCO.

Clínica Médica - visa a formação de médico clínico com atuação verdadeiramente generalista, que cuida do paciente como um todo indivisível, em seus diversos campos de ação: ambulatório, enfermaria, serviço de pronto-atendimento e Centros de Terapia Intensiva, através do treinamento intenso e aprofundado em cenários reais de prática no ambulatório, nas UBSFs e no HCTCO.

Medicina de Família e Comunidade - busca priorizar uma prática médica centrada na pessoa, no cuidado em saúde e na continuidade da atenção. Identificar e atender com elevado grau de qualidade as necessidades de saúde do mundo atual e, em particular, da realidade brasileira, contextualizando os aspectos biológico-funcionais, psicocognitivos, socioculturais e da constituição familiar. Exercita novas tecnologias em atenção primária à saúde, partindo da capacidade crítica da atividade médica em seus aspectos científicos, éticos e sociais, além de desenvolver habilidades docentes e a capacidade de autoaprendizagem.

Medicina Intensiva - tem como objetivo formar especialistas que atuem com pacientes críticos das mais diversas especialidades com suas várias comorbidades. A capacitação se dá dentro da unidade fechada, tendo inclusão em áreas afins, tornando-os mais eficientes, tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento.

Obstetrícia e Ginecologia - Tem por objetivo atender à saúde da mulher, em todas as fases da vida, com ênfase diferenciada para a Obstetrícia que é a área de atuação para o cuidado de gestantes e puérperas.

Ortopedia e Traumatologia - abrange o diagnóstico e o tratamento clínico/conservador e cirúrgico, tanto de lesões traumáticas do sistema musculoesquelético quanto das doenças ortopédicas pediátricas e do adulto. Consiste em uma especialidade que atende ambos os sexos, desde o recém-nascido até o paciente idoso, abrangendo todo o esqueleto apendicular dos membros, superiores e inferiores, e também o axial (coluna vertebral), que envolve as áreas ambulatoriais cirúrgicas e plantões de emergência, além de abordar lesões agudas e crônicas, deformidades congênitas e/ou adquiridas.

Pediatria - entre os objetivos da especialidade, estão assistir o recém-nascido na sala de partos; acompanhar a evolução do recém-nascido até o fim do período neonatal; diagnosticar corretamente os estados mórbidos mais frequentes em pediatria e aplicar adequadamente a conduta terapêutica atualizada; solicitar e interpretar os exames laboratoriais usados rotineiramente para a complementação diagnóstica e evitar a realização de exames desnecessários e de alto grau de complexidade; solicitar e interpretar os exames complementares de alto grau de complexidade, quando forem indispensáveis para a conclusão do diagnóstico; conhecer as indicações para encaminhamento dos pacientes pediátricos aos centros especializados; identificar o estado de urgência e emergência em Pediatria, dando-lhes o tratamento adequado; e orientar e valorizar as medidas de saúde preventivas em Pediatria.

Pré-requisito em Área Cirúrgica Básica - abrange desde o diagnóstico de patologias clínicas e cirúrgicas até o tratamento de patologias graves do aparelho digestivo e traumas. Além disso, a especialização oferece treinamento intenso e aprofundado, a níveis ambulatorial e hospitalar, conduzidos em cirurgias e plantões realizados em cenários reais de prática no HCTCO.



Por Juliana Lila

Outras Notícias





Atendimento On-line