CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




1º Seminário do PET-Saúde reúne estudantes no campus Feso Pro Arte

03-07-2019

Estudantes dos cursos do Centro de Ciências da Saúde (CCS) estiveram reunidos, dia 29 de junho, no 1º Seminário do PET-Saúde - Interprofissionalidade do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), que aconteceu no campus Feso Pro Arte, no Alto. Na ocasião, foram apresentados os resultados da primeira etapa do programa, que visa a exposição do contato que estudantes e professores tiveram com a realidade dos moradores dos condomínios da Fazenda Ermitage, cuja população foi vítima do desastre de 2011.

O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) é uma parceria do centro universitário com a Secretaria Municipal de Saúde de Teresópolis e o Ministério da Saúde. O evento também teve como objetivo falar sobre educação interprofissional, que é reconhecida quando membros de duas ou mais profissões da área da saúde aprendem com cada um, de cada um e sobre cada um, para melhorar a colaboração e a qualidade do cuidar da saúde. “Nosso grupo do PET entende que não basta apenas trabalhar junto, é necessário entender que, para aprender com o outro, do outro e sobre o outro é necessário aprender que se aprende com o que vem do outro. O programa foca no desenvolvimento de competências específicas dos cursos da saúde e foca na melhoria do trabalho em equipe”, explicou a professora Mariana Arcuri, diretora do CCS.

Ela contou que o PET-Saúde Unifeso utiliza um modelo de desenvolvimento de competências baseado no modelo da Universidade de Toronto, no Canadá, que considera que existem três etapas para o desenvolvimento das competências relacionadas à educação interprofissional. “A primeira etapa é de exposição; a segunda, de imersão; e a terceira, de desenvolvimento de competência. É no caminhar dos estudantes e dos profissionais de saúde por essas atividades que conseguimos compor uma aprendizagem contínua e de crescente complexidade”, disse a professora Mariana. 

Antonio Henrique Vasconcellos, secretário municipal de Saúde e professor do curso de Enfermagem, participou do seminário e lembrou que a prefeitura vem apostando na parceria com o Unifeso para este programa. “O PET-Saúde é uma integração das duas partes, da prefeitura e da academia, e está trazendo benefícios para a população. Consequentemente, há o entrosamento entre os profissionais de rede pública e os estudantes e professores, e esta parceria é um ganha-ganha tanto no aprendizado como no trabalho”, disse. 

O PET-Saúde Unifeso é o esforço de desconstrução de uma visão disciplinar e a construção de uma rede colaborativa e solidária, em que a educação interprofissional aponta diferentes conhecimentos para lidar com questões da saúde. “Fizemos um café da manhã com os moradores da Fazenda Ermitage para descontrair e colher algumas informações. Quisemos saber se os moradores se sentiam bem vivendo lá e o que poderia melhorar. Acho que esse trabalho é super importante, tanto para eles quanto para nós. Estou pra me formar e posso afirmar que esta experiência é incrível, completamente diferente de tudo o que eu já fiz”, contou Sarah Delgado, estudante do 5º ano do curso de Enfermagem.

Entenda o programa

O Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso) está entre as dez instituições de ensino do Brasil, com curso de Medicina, que tiveram o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) aprovado em 2018. Trata-se de um programa do Ministério da Saúde que, há alguns anos, não abria edital.

Como uma das ações intersetoriais direcionadas para o fortalecimento da atenção básica e da vigilância em saúde, de acordo com os princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde - SUS, o PET-Saúde tem como pressuposto a educação pelo trabalho e disponibiliza bolsas para tutores, preceptores e estudantes de graduação da área da saúde, sendo uma das estratégias do Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde, o PRÓ-SAÚDE, em implementação no país desde 2005.

O edital deste ano aceitou a submissão de projetos de educação interprofissional. O Unifeso enviou um projeto de Integração Ensino, Trabalho e Cidadania (IETC), que foi selecionado. 

O PET-Saúde tem como fio condutor a integração ensino-serviço-comunidade, e é uma parceria entre a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde – SGTES, Secretaria de Atenção à Saúde – SAS e Secretaria de Vigilância em Saúde - SVS, do Ministério da Saúde e a Secretaria de Educação Superior – SESU, do Ministério da Educação.

Por Giovana Campos e Juliana Lila

Outras Notícias





Atendimento On-line