CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ORGÃOS






Visão Geral

No ano de 2005, a Comunidade Surda Brasileira pôde comemorar uma grande vitória: a regulamentação da Lei N.º 10.436, de 24 de abril de 2002, através do Decreto 5.626 de 22 de dezembro de 2005, que reconhece como meio legal de comunicação e expressão a Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. Esse importante fato colabora para a garantia dos direitos das pessoas surdas como cidadãos.
O referido Decreto trata do papel do poder público e das empresas que detêm concessão ou permissão de serviços públicos, no apoio ao uso e à difusão da LIBRAS. Portanto, faz-se necessário iniciar trabalhos que promovam a utilidade e a propagação da Língua Brasileira de Sinais.
Sem dúvida, tais atividades seriam de grande importância para o progresso social da comunidade surda considerando que, muitas vezes, os surdos se sentem como estrangeiros dentro do próprio país, pois poucos são aqueles que usam a sua língua. Esta certamente é uma experiência muito difícil e dolorosa. Mas acredita-se que esta situação tende a se modificar, à medida em que as pessoas de diversos segmentos sociais se dispuserem a conhecer a Língua de Sinais da Comunidade Surda, desmistificando e contrariando a falsa lógica que diz que as minorias, obrigatoriamente, devem se adaptar à maioria.
 O Unifeso ratifica o compromisso com a democracia e com a diversidade, oportunizando formação, através da oferta do Curso de Pós-Graduação em Língua Brasileira de Sinais.


Módulos